Filme x Livro: O Lado Bom da Vida

  Se você ainda não leu o livro e ainda não assistiu o filme, recomendo não ler este post pois terá spoilers. Tudo bem? 

   Sinopse do Livro: Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. 

   Resenha do Filme: Uma história de Pat Solitano Jr., um homem que perdeu tudo na vida: casa, emprego e a esposa. Deprimido, ele vai para um sanatório, onde fica internado 8 meses. Ao sair, Pat passa a morar com os pais e esta decidido a reconstruir a vida.  Entretanto, seu novo plano muda por completo quando ele conhece Tiffany, uma garota misteriosa que tem seus problemas. É ela quem consegue fazer com que Pat mais uma vez se reconecte com a vida.

 Eu prefiro mil vezes o livro. Li ele em 4 horas e não consegui parar de ler até ver aquele mistério todo resolvido. 
 Assisti o filme no dia seguinte que li o livro e confesso que não consegui prestar atenção totalmente, muitas coisas foram mudadas, nem parecia que foi uma adaptação.

 O filme focou bastante no "romance" entre a Tiffany e o Pat. Já o livro foca em vários outros assuntos. No livro tem como você ver que o Pat é super viciado em exercícios físico. No filme só mostra ele correndo de lá pra cá, parece que é só uma corridinha no final da tarde.
 Eu achava bem bacana quando o Pat se referia a instituição psiquiátrica de "Lugar Ruim" e quando ele se referia a "separação" dele com a Kikki de "Tempos Separados"
 A melhor parte do livro, que na minha opinião não deveria ficar fora do filme, era quando ele sentava ao lado do pai, irmão e amigos e todos começavam com: Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh! Ahhhhhhhhhhhhhh: E.A.G.L.E.S! EAGLES!
        Por mais que o filme tenha recebido oito indicações ao Oscar, eu não curti muito não. Só comecei a gostar mesmo quando faltava uns 40 minutos para acabar.
 No filme o Pai de Pat se importa com ele, quer estar perto dele. No livro o pai quase nem fala com ele e é bem distante da esposa também, achei que o autor poderia ter focado um pouco nesse assunto. Não ficou muito claro o motivo do pai de Pat não suportar a presença dele.

     Antes de começar a ler o livro eu estava assistindo Pretty Litlle Liars, e aparece o maravilhoso Jake interpretado por Ryan Guzmann. Quando comecei a ler o livro eu não conseguia focar a imagem de nenhuma outra pessoa a não ser a dele como Pat. E o Pat no livro tem olhos castanho, combinou mais. E como eu adoro a Jennifer e sabia que ela interpretou a Tiffany, imaginei ela mesma.

A maioria das pessoas que leem o livro, seja ele qual for, e depois assistem o filme, não gostam. Os diretores mudam muitas coisas, tiram partes importantes e acrescentam umas que você pergunta: Pra que isso? Seria melhor ter deixado do outro jeito. Estou até com o pé atrás de ir assistir "Percy Jackson e o Mar de Monstros" pois li muitas pessoas falando que eles alteraram muitas coisas e as melhores partes não foram inclusas. Não aceito isso! HAHAHAHA

 E vocês? Preferem o livro ou o filme? Boa semana, gente. Fiquem com Deus!

4 comentários:

  1. mil vezes o livro!
    li o livro em duas noites e assisti o filme na noite seguinte. Fiquei muito decepcionada!
    No livro é tudo mais intenso, o comportamento de Pat e sua relação com o "tempo separados"... O que mais me prendeu no livro foi justamente o mistério do que realmente teria acontecido para o "tempo separados", mas isso é mostrado logo de início no filme, quebrando totalmente a expectativa que existe no livro. A parte que eu mais sofri, além das cartas supostamente de Nikki, foi Pat ter ido esperá-la na noite de natal. Eu realmente estava acreditando que ela poderia ir encontrá-lo, pois o tempo todo fiquei mergulhada na maneira como Pat encarava a vida, acreditando no lado bom das coisas.

    ResponderExcluir
  2. mil vezes o livro. eu li primeiro para depois ve o filme. quando eu li o livro gostei tanto da inocencia de Pat. seu espirito parecia de uma crianças e ja no filme Pat tem uma personalidade bruta. eu espera que o filme seguisse a mesma linha do livro.
    super indico o livro, ele esta na minha categoria de livros preferidos
    http://dose-of-poetry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Grande elenco, eu adorava a história. Filme muito bom. Bem dirigido, um bom roteiro, divertido, inteligente. Jennifer Lawrence esta digna em seu personagem, ja mostrou que é uma excelente atriz, ja Bradley Cooper me surpreendeu. Filmes globais Cooper são muito bons, "Francotirador" é um de seus filmes mais bem sucedidos, eles recomendam. Voltando à história que nos interessa também gostaram… Atuações ótimas até mesmo dos coadjuvantes Robert De Niro e Jacki Weaver estão ótimos. Uma ótima historia, madura, diferente de todas essas comedias dramáticas/românticas. Vale muito apena acompanhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um bom filme, mas confesso que prefiro o livro. Achei ele muito mais completo e cheio de historia. Já o filme é muito focado em um só tema hehe

      Excluir

© Ó a Blogueira - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo